Josias de Souza

Bastidores do poder

 

Secos & Molhados

Warhol e etc...

Warhol e etc...

Divulgação
 

 

A Galeria paulistana Fortes Vilaça exibe a exposição “Hollywood Boulevard”. Foi aberta na última sexta-feira e vai até o dia 4 de março. Inclui obras de artistas como Andy Warhol, Vik Muniz, Cindy Sherman, Ed Ruscha, Julião Sarmento e John Waters.

 

A peça acima – um painel de fotogramas intitulado “Bus Riley”, de John Waters- é uma das que compõem a mostra. Se você estiver em São Paulo, vale a visita (Rua Fradique Coutinho, número 1.500, bairro de Pinheiros). Se você vive em outras localidades, pressione na imagem acima para ter uma idéia do que está perdendo.

Escrito por Josias de Souza às 17h18

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Em casa

Em casa

Sérgio Lima/Folha Imagem
 

 

Mesmo o brasileiro mais alienado, aquele que não entende nem deseja entender de política, acompanha com vivo interesse as politicagens que roem a reputação do Congresso. Mas quem quiser se aprofundar no tema precisa munir-se de conhecimentos mínimos de entomologia e de zoologia.

 

Nos ermos do Congresso, entre as montanhas de discursos de progresso e os montes de gestos de retrocesso, há um vale freqüentado por diferentes espécimes: miriápodes, sáurios, dípteros, anopluros, ofídios, anuros, etc.

 

Nesta manhã, enquanto reformavam o gabinete do senador Tião Viana (PT-AC), funcionários da manutenção deram de cara com um escorpião. Reagiram com injustificado passionalismo. Mataram o pobre, por assim dizer, a sangue frio. Tremenda injustiça.

 

Diz-se que, em política, sempre que há um espaço vazio, alguém vem e ocupa. De mais a mais, o representante da família dos escorpionídeos não pode ser considerado um estranho naquele ninho. Tem muito em comum com os colegas.

Escrito por Josias de Souza às 14h26

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Casa Mal-assombrada

Casa Mal-assombrada

Sérgio Lima/Folha Imagem
 

 

Todo bom protagonista sabe escolher o seu papel. Ao optar pela autoconvocação extraordinária, o Congre$$o, guloso como ele só, acabou assumindo dois papéis. Ao matar o tempo, tornou-se assassino e, simultaneamente, suicida. Para não destoar do enredo, o prédio de Niemeyer, ermo, flerta com o desmazelo. Por dentro, a desfaçatez. Por fora, o mato.

Escrito por Josias de Souza às 01h05

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Aula de civismo

Aula de civismo

Sérgio Lima/Folha Imagem
 

Aldo Rebelo (PC do B-SP) deu as caras no Congresso nesta terça-feira. Os jornalistas sitiaram-no. Crivaram-no de perguntas. Sobre o quê? Ora, só queriam saber da malfadada autoconvocação extraordinária, que está custando aos cofres do erário coisa de R$ 100 milhões.

Perguntou-se, por exemplo, ao presidente da Câmara que nota ele daria aos já transcorridos 19 dias de convocação, durante os quais aprovou-se apenas um dos dez dez relatórios parciais do Orçamento de 2006. E Aldo:

“Não sou professor de deputado nem de senador. Sou o presidente, mas não vou dar nota. Ela vai ser dada a todos os que são candidatos: deputados, senadores, prefeitos, governadores e presidente, que só tem um. Todas as notas serão dadas pelos eleitores.”

Na véspera, alheio à (falta de) movimentação, Rodrigo, 10 aninhos, fez turismo no Congresso. Em férias, voou de São Paulo para Brasília, onde moram alguns de seus familiares. O avô, veja você, levou-o para conhecer as instalações ermas do Parlamento. Na foto, ele observa uma maquete do prédio de Niemeyer, assentada na divisa entre os dois salões acarpetados que separam a Câmara e o Senado. Ao fundo, vê-se o nada.

O garoto contou ao repórter Sérgio Lima que, na volta às aulas, terá de fazer uma redação relatando aos coleguinhas o que viu. Espera-se que deixe de mencionar no texto aquilo que não viu: congressistas trabalhando. Os amiguinhos não merecem, mercê da tenra idade, tamanho dissabor.

A propósito, você que não preside a Câmara, você que não tem as responsabilidades de Aldo Rebelo, que nota daria ao Congresso?

Escrito por Josias de Souza às 02h01

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Turismo indigesto

Turismo indigesto

Sérgio Lima/Folha Imagem
 

 

Há em Brasília um programa chamado “Visite o Senado”. Proporciona aos visitantes um tour monitorado de cerca de 50 minutos pelas instalações da Casa. A coisa é simples. A pessoa chega, assina um livro, recebe um crachá e acompanha um guia que a conduz ao interior do prédio de Niemeyer.

Entre os recantos visitados, o que mais chama a atenção é o plenário. No caso do Senado, é aquela cuia com a boca virada para baixo. Nesta segunda-feira, os turistas puderam observar uma atração adicional. Constataram in loco o oco da cuia. Em plena auto-convocação remunerada, não havia em plenário um mísero senador.

Escrito por Josias de Souza às 01h48

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Uma porcaria de presente

Uma porcaria de presente

Reuters
 

 

Soldados chineses receberam do governo nesta segunda-feira presentes inusitados: porcos. Deu-se durante cerimônia na base militar de Ganzi, na Província de Sichuan. No Brasil, muita gente mereceria ganhar semelhante mimo, não acha? A quem você daria um porco? Antes de responder, Pressione na imagem para visitar a galeria de fotos do dia no sítio da Folha Online.

Escrito por Josias de Souza às 22h31

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quatro décadas de beleza feminina

Quatro décadas de beleza feminina

Às voltas com muitos espelhos em casa, o signatário do blog é adepto de um conceito que aprendeu num dos escritos de Joaquim Nabuco: “Não há feiúra na natureza. Ela só existe nos nossos olhos.” Nem por isso o repórter deixa de reconhecer o belo quando o vê. Vem daí que se encantou com o Calendário Pirelli 2006.

 

Os fotógrafos Mert Alas e Marcus Piggot lograram reunir numa mesma folhinha o seguinte time: Jennifer Lopez, Giselle Bündchen, Guinevere Van Seenus, Kate Moss, Karen Élson e Natalia Vodianova. Editado desde 1964, o Calendário Pirelli tornou-se um clássico da fotografia mundial.

Neste 1o de janeiro do ano da graça de 2006, sugere-se aos leitores, homens ou mulheres, uma visita virtual ao sítio que armazena os 42 anos de beleza reunidos no “The Cal”, como é chamado o famoso calendário. Além de adoçar os olhos neste final de domingo, o passeio proporciona uma rara oportunidade de constatar como evoluiu o padrão estético feminino ao longo das últimas quatro décadas.

 

Não perca a oportunidade de comparar, por exemplo, as fotos da folhinha de 1964 com as de 2006. Clique na imagem acima para iniciar a excursão. Bom proveito.

Escrito por Josias de Souza às 19h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Josias de Souza Josias de Souza, 46, é colunista da Folha da S.Paulo.

BUSCA NO BLOG


Twitter RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.